16/10 - Dia nacional da Ciência e Tecnologia - Tecnologia aplicada ao esporte. Já estamos no futuro?

Hoje é comemorado o Dia Nacional da Ciência e Tecnologia, essa data foi criada para homenagear e também para incentivar as grandes descobertas científicas.

A tecnologia ainda hoje é muitas vezes demonstrada e percebida somente nos meios virtuais, seja através das mídias sociais ou de aplicativos e suas inúmeras funções. E em alguns casos, inclusive, aparece como vilão por prejudicar a vida social.


Mas seria a tecnologia apenas isso?

Virtualização de transações bancárias; bancos digitais; moeda virtual; jogos de realidade virtual e aumentada; procedimentos na indústria alimentar e biomédica; livros virtuais; próteses mecânicas e biônicas; vestuário; e por aí vai. Estes são exemplos de que em realmente todos os setores da sociedade há o uso da tecnologia como facilitador de processos e melhoria de produtos. Já não nos imaginamos sem essas inovações que viraram realidade.

Mas e no mundo do esporte? A tecnologia está presente onde?

Antes de responder a essa pergunta, primeiramente uma curiosidade: Você sabia que boa parte dos processos e produtos que temos no nosso dia a dia surgiram para suprir uma necessidade no esporte? E mais, só depois disso é que passaram a fazer parte do nosso dia-a-dia? Encontramos relatos da prática de atividades e competições esportivas já na época primitiva. E desde então o esporte, assim como a humanidade, vem se primorando. Desde o período babilônico a medição da hora já era conhecida, mas há relatos de que, foi através da necessidade de medir o tempo de forma mais precisa nas competições que a tecnologia entrou de fato em ação. O resultado é que hoje conhecemos os milésimos de segundos e temos aparelhos que fazem essa medição para determinar recordes em inúmeras modalidades esportivas.

Assim, podemos já ter uma percepção de que a tecnologia está presente em tudo no que se refere ao universo esportivo, inclusive foi criado um termo para designar as empresas inseridas nessa transformação tecnológica do esporte, são as Sportstech e você vai ainda ouvir falar muito sobre eles. Separamos algumas áreas que já estão avançando em ritmo acelerado:

Calçados e roupas especiais: utiliza-se softwares e scanner em 3D para desenvolver roupas e tênis sob medida, considerando a geometria e o comportamento cinético do atleta; os tecidos são adaptados a temperaturas altas ou baixas; roupas aerodinâmicas; e muito mais.

Equipamentos esportivos: bolas inteligentes  com ligações térmicas e com sensores acoplados como a Play Impossible Gameball, que foi a grande vencedora da edição de 2018 da Consumer Electronics Show na categoria de escolha do público. Uma bola com sensores incorporados que rastreia velocidade, rotação e altura para jogos conectados sozinhos ou com outros competidores; sensores nas pontas das espadas de esgrima e nos blocos de partidas do atletismo; bicicletas e raquetes de fibra de carbono e inteligentes; e muito, muito mais.

No desempenho de atletas: Software de gerenciamento de treinamentos, permitindo fazer análises evolutivas e detectar erros; nanotecnologia que previnem lesões e monitoram condicionamento físico; treinamentos com realidade aumentada e virtual feito por simulações.

Na tomada de decisão: VAR no futebol; Olho de falcão no voleibol e no tênis.

Na comunicação: Os processos de transmissão de jogos que além da TV hoje são feitos via streaming em sites especializados e nas redes sociais; a produção de dados estatísticos; as mídias digitais; os Jogos de interação.

E não poderíamos deixar de falar do quanto a tecnologia facilitou o gerenciamento de inúmeros procedimentos, como por exemplo a organização de um evento esportivo. Já estão disponíveis soluções digitais que permitem gerenciar toda a competição, seja na parte da comunicação, divulgação, inscrição de equipes, inscrição de atletas, sistema de disputa, sorteio de chaves, tabelas, classificação, atualização de resultados, estatísticas da competição, entre outros.

Num futuro próximo, grandes mudanças no esporte estão por vir.
 


Se você se interessou pelas novidades tecnológicas aplicadas ao esporte não perca a oportunidade de conhecer o que há de mais moderno. Garanta sua vaga no Sportstechs Brasil Summit 2019, o maior evento de sportstechs da América Latina. Será em Florianópolis no dia 30 de novembro e as inscrições estão abertas. Confira a programação completa no site do evento summitsports.tech.


 

Camila DM Ritter

Gestora Esportiva - Ritmo do Esporte


Logo marca do ritmo do esporte O Ritmo do Esporte é uma solução digital e completa para a gestão de competições esportivas utilizada e aprovada em mais de 1.400 competições de diferentes modalidades. Uma sportstech brasileira associada a ACATE e integrante da primeira edição do programa StartLab.

 

Contrate agora

R$/ mês

Faça seu cadastro

Solicite um orçamento

Deixe seu recado
Olá, seja bem vindo a Ritmo do Esporte! Como podemos te ajudar?